Considerando-se o fato de que hemorroida consiste no processo inflamatório das veias que ficam localizadas ao final do intestino e no canal do ânus, a doença pode ocorrer de 2 formas distintas. Primeiramente, a hemorroida pode ser interna. Nesse caso, a veia inflamada fica entre 1,5 cm e 2 cm da mucosa que faz o revestimento do canal do ânus e de parte do reto também. Os pacientes nessa situação podem reparar no surgimento de sangue nas fezes, no vaso sanitário ou no papel higiênico devido ao inchaço das hemorroidas.

Além disso, a hemorroida pode ser externa, situação na qual o processo inflamatório afeta as veias localizadas na parte exterior do ânus. Consequentemente, tornam-se visíveis e incômodas logo após o seu aparecimento por causa da geração de nódulos duros na região, os quais causam coceira e, em certos casos, sangramento. A falta prolongada de tratamento pode culminar em coágulos nessas veias inflamadas, aumento ainda mais a dor proveniente da doença.

Sintomas e tratamentos

Independentemente de o paciente estar enfrentando um episódio de hemorroida interna ou externa, é de extrema importância se atentar aos sintomas clássicos da doença. Dor na região anal e surgimento de sangue, conforme mencionado previamente, são os sinais mais comuns relatados. No entanto, não é prudente esperar que o incômodo progrida antes de buscar ajuda médica especializada. O exame físico propriamente conduzido é de alta importância para avaliar o grau da hemorroida e prescrever o tratamento mais adequado. O acompanhamento profissional também serve para descartar hipóteses ligadas a outras doenças mais graves, assim como o câncer.

Evite a automedicação. Apenas o médico está apto a dizer qual é a melhor forma de conduzir um paciente à cura. Por outro lado, há uma série de iniciativas que o paciente pode tomar para aliviar temporariamente o incômodo causado pela hemorroida. No intuito de promover alívio para a pressão e a tensão causadas pela inflamação da veia, o paciente pode otimizar o funcionamento de seu intestino por meio da adoção de uma dieta rica em fibras e bastante líquido. Isso faz com que a evacuação seja mais fluida e menos incômoda. Lembrando que hábitos saudáveis ajudam não somente a tratar a hemorroida já instalada, mas também a prevenir o surgimento de novas veias inflamadas na região do reto e do ânus.

Contudo, se o tratamento tópico surtir o efeito esperado, o médico poderá sugerir intervenções um pouco mais invasivas. A ligadura elástica, que nada mais é do que um pequeno anel feito de elástico, é disparada na veia inflamada para promover seu estrangulamento. Em um período que varia de 24 a 48 horas a hemorroida é eliminada por pouca ou nenhuma dor. Pacientes com hemorroida de grau mais avançado podem ser submetidos a procedimentos cirúrgicos. Um exemplo de tratamento mais brando é chamado de “grampeamento”. Um aparelho retira uma pequena faixa da mucosa anal, sem que se mexa na hemorroida propriamente dita. Em seguida, a veia inflamada é recolocada em seu devido lugar para que regrida com o tempo. Trata-se sim de uma cirurgia, visto que o paciente precisa ser internado para receber anestesia geral durante todo o tempo que se leva para realizar o procedimento.

Qual é a melhor pomada para hemorroida?

Aguarde o diagnóstico médico especializado para saber qual é o melhor tratamento para a sua hemorroida. Caso já lhe tenha sido prescrito uma pomada para aliviar e tratar a inflamação que afeta a veia da região retal e anal, saiba que existem alguns medicamentos já bastante conhecidos no mercado. As pomadas utilizadas no tratamento da hemorroida costumam possuir ação antibiótica para minimizar infecções, anti-inflamatória para diminuir a inflamação e o inchaço característicos da doença e cicatrizante e hidratante para promover a reconstituição da pele e da mucosa afetadas. Os preços podem variar bastante, então uma pesquisa prévia é recomendada. É importante também que mulheres grávidas consultem o médico que está acompanhando a gestação para saber se há alguma restrição quanto a pomada a ser aplicada.

Além das que são compradas prontas em farmácias ou redes de manipulação, há ainda as pomadas caseiras que podem ser preparadas com ingredientes naturais. Uma opção é aquela preparada à base de hamamélis, sendo que sua aplicação consegue promover alívio e diminuição da irritação. Entre os ingredientes estão: 4 colheres de sopa da casca de hamamélis, 60 ml de parafina líquida e 60 ml de glicerina. Ferva em uma panela a medida de hamamélis e parafina líquida até que a mistura passe por fervura durante 5 minutos. Em seguida, coe e acrescente a glicerina. Misture bem. A conservação apropriada deve ocorrer em um pote que possa ser bem tampado e que possa ser deixado em geladeira.

Se mesmo seguindo todas as prescrições médicas a hemorroida não ceder, procure novamente o profissional da saúde para discutir novas formas de tratamento.